Faaaaaaaaaaaaaaalaaaaaaa Pessoooaaaaaaal. Hoje é um dia muito feliz para mim,
e espero que seja para vocês também. Finalmente consegui iniciar o projeto do blog, que estava adiando por muitos e muitos tempos. Mas como diz o bom e velho ditado, antes tarde do que nunca :D

Antes de mais nada

Agradeço desde já a sua vinda ao blog \o/. Espero que goste dos conteúdos que irei postar, e que este projeto possa de algum modo, lhe ajudar a ser um desenvolvedor melhor, ou lhe motivar a estudar, a criar seus projetos pessoais e etc.

Me apresentando um pouco, me chamo Yan Magalhães(narigomon para alguns mais ousados), tenho 22 anos (quase 23), nasci e moro em Belo Horizonte (uai). Gosto bastante da Web em geral, tanto da parte de front-end, como do back-end. Ultimamente tenho atuado mais como front-end, principalmente com JS. Gosto muito de participar de comunidade de desenvolvedores, ir a eventos e de projetos open source <3

Acho que por hora é uma boa introdução. Se quiser conhecer um pouco mais sobre mim, acesse a página do About.

Agora vamos ver como começou esse projeto :D

Como isso tudo começou?

Toda essa ideia maluca começou em 2015. Eu costumo ter o hábito de em todo evento que eu vou, tomar algumas notas sobre as palestras, links que foram passados, para que eu possa estudar em algum momento, e também para compartilhar com os amigos que por algum motivo, não puderam ir. Eu geralmente vou aos eventos com meus amigos, mas em 2015, o primeiro evento do ano eu havia ido sozinho. O evento era o 17º Encontro Locaweb. Decidi meio que num ar inspirador, pelas boas energias que todo evento de desenvolvimento traz, que iria anotar tudo o que poderia sobre o evento e compartilhar o conhecimento daquele dia em um post no Medium.

Ainda não tinha certeza se eu havia conseguido passar a passagem, ou se eu escrevia bem, mas o fiz mesmo assim. Eu mal tinha experiência na área, e ja estava escrevendo um post. Mas mesmo assim, mesmo com todas essas dúvidas, me enchi de coragem e fiz :D
Recebi alguns feedbacks postivios e acabei tomando gosto por isso. No final daquele mesmo ano, eu ja estava mais envolvido com as atividades do GDGBH, e acabei tendo a oportunidade de organizar um evento. Eu nunca havia feito isso. Decidi compartilhar tudo o que vivi e aprendi em um post. Foi a confirmação de que eu poderia continuar investindo nisso :D

Veio o ano de 2016 e fiquei um tempo sem escrever, muito por conta das minhas outras atividades, fosse pela faculdade(afinal foi ano do TCC), ou por estar organizando eventos, ou palestrando, ou simplesmente fazendo outras coisas, afinal, também temos que ter um tempo para nós não é mesmo?! Mas havia decidido que queria continuar com o projeto e comprei o domínio, que por sorte estava disponível \o/. Levei um certo tempo customizando da forma que queria e finalmente decidi lançar para o mundo :D

A stack utilizada no blog

Não serei muito extenso nessa sessão(posso fazer um post sobre isso se quiserem), mas a ideia do blog também partia do princípio para que eu pudesse experimentar tecnologias novas, que eu ainda não tivesse algum contato, ou simplemente alguma tecnologia que eu quisesse aperfeiçoar. Ultimamente(nos ultimos 2 anos) meu interesse por Javascript cresceu absurdamente. Tanto que hoje (segundo o wakatime :D) quase 70% dos códigos que escrevo é em JS. Sendo assim, eu queria utilizar algum framework em JS, que pudesse servir de gerador estático de conteúdo, e que de alguma forma eu pudesse me envolver mais com o projeto e evoluir na linguagem. Por ja ter algum ecossistema mais fomentado, plugins e uma comunidade envolvida, acabei escolhendo o Hexo.JS (e estou feliz com a escolha :D). Caso você já tenha em mente fazer um blog, e se você gostaria de ver um pouco mais sobre o Hexo, o William Oliveira e o Fernando Daciuk tem otimos posts no blog deles \o/

Além disso, tive uma grande dificuldade e dúvida em saber se nesse primeiro momento faria um customização toda do zero, ou se partiria de alguma base, dos temas já disponíveis no site do Hexo. Decidi escolher um tema por tornar mais rápido o processo de desenvolvimento e acabei optando pelo tema beautiful-hexo, pois ele se mostrava o mais customizável, e também por ter seus arquivos de layout todos em Jade(hoje chamado de Pug), que até então não havia feito nada com ele. Ainda quero aproveitar um bom tempo com este tema, fazendo algumas customizações que eu acho que podem funcionar, mas futuramente irei fazer o meu próprio tema.

O que vou escrever?

Não vou prometer nenhum ritmo de escrita inicialmente. Irei fazer desde posts únicos, sobre algum tema específico, até algumas séries sobre alguns assuntos, de forma a apresentar uma abordagem mais completa, da inicial a um pouco mais avançada. Aliás, fique a vontade para enviar sua sugestão sobre qual conteúdo você gostaria de ver aqui :D

Além de conteúdos relacionados as tecnologias que utilizo no dia-a-dia, vou escrever também sobre as coisas que eu estiver aprendendo, algum experimento e demais temas que estiverem relacionados a essa vida de Desenvolvedor :D

De tecnologias, pretendo escrever sobre Javascript(seja algo relacionado a linguagem ou alguma biblioteca como React, ou algum framework como Angular), desenvolvimento mobile usando tecnologias front-end, e também coisas relacionadas a back-end, como por exemplo, Laravel <3

Vou escrever também sobre os eventos que eu tiver participado, procurando trazer um review de tudo o que aconteceu e alguns links interessantes daquele evento, e sobre comunidades de forma geral :D. Também escreverei sobre coisas não técnicas, que de algum modo possam lhe ajudar a evoluir \o/

Qual é a sua desculpa?

Bem, acho que escrevi muito para um primeiro post. Os próximos posts serão uma série sobre a arquitetura Flux(que foi o tema do meu TCC), e a sua implementação mais conhecida, o Redux. Acabou que não mencionei o principal motivo para eu ter tido um gás maior nesse feriado, para terminar o projeto e começar a escrever. (Não, não foi o começo do ano de todo brasileiro depois do carnal kkk)

Na semana passada, eu vi um vídeo do Guanabara, do Curso em Vídeo, justamente com o tema Qual é a sua desculpa?.

De uma forma bem resumida, o vídeo conta a história de um garoto de Camarões, onde o seu país esta em uma guerra civil, sem internet, e que mesmo assim, o garoto persistiu e continuava estudando sobre programação. Ele participou de uma competição de programação criada pelo Google e ele foi um dos vencedores. Como prêmio, ele irá visitar a sede dos escritórios e conhecer todo o time de engenharia. Ele ainda confirmou em uma entrevista que irá seguir na área e que quer iniciar uma graduação.

O que mais me tocou nessa história é o fato de que sempre, nós estarmos sempre inventando algum tipo de desculpa, para nós mesmos, para adiar alguma coisa que queremos fazer. Ficamos com medo do que o outro vai achar ao nosso respeito, ficamos com medo de não sermos bons o suficiente, culpamos a sociedade, alguem do nosso grupo familiar, a falta de tempo, a falta de oportunidades……

Enfim, a lista de desculpas é grande, mas a grande verdade, é que a única culpa para não iniciarmos nossos projetos é unicamente NOSSA. Então, se você deseja aprender uma nova linguagem, ou melhorar no inglês, ou aprender alguma nova tecnologia, ou criar algum projeto open source, ou evoluir na carreira … Nada disso irá acontecer, se VOCÊ não tomar as rédias, e começar a ter AÇÕES para conseguir seu objetivo. SO DEPENDE ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE DE VOCÊ.

Espero que este post possa ter lhe ajudado de alguma forma a dar aquele ânimo que você precisava e continue acompanhando os próximos posts :D

Para finalizar, vou procurar sempre deixar alguma mensagem de incentivo, ou algo que li e que achei útil em algum momento.

Se falta de tempo realmente fosse uma justificativa para você não tirar
os seus projetos do papel, somente os desocupados teriam sucesso.

(Livro Geração de Valor, primeira edição).

Gostou do post? Falei alguma besteira? Deixe sua opinião nos comentários, ela é muito importante. Compartilhe esse post com seus amigos nas redes sociais, e com os coleguinhas do trabalho :D